4 de janeiro de 2017

Quero ser ruiva, e agora?

Há algum tempo atrás entrei no dito dilema do poder e querer.

Desde os meus 15 anos tinha vontade de ficar ruiva, porém, achava que não conseguiria um resultado bom já que não queria passar pelo processo de descoloração, mas me enganei, hoje, sou ruivinha.

 Minha base era um castanho claro, quase escuro, e já estava há cinco anos sem tintura. Quer saber mais? Vou lhe contar:

Exatamente aos 22 aninhos, deixei o medo de lado e entrei de cabeça, (literalmente), nesta saga dos cabelos vermelhos.



A primeira dica é: PESQUISE

Hoje, com a internet ai em mãos, é vacilo não tirar um tempinho para pesquisar tons, conhecer histórias, e verificar se é isto mesmo que você quer.

Quando decidi mudar, a primeira coisa que fiz, (e ainda faço), foi entrar em grupos do facebook que falavam justamente sobre essa mudança. Um que ainda sigo e que adoro, é este “AQUI”, as meninas dão dicas super legais e volta a meia surgem histórias incríveis.

Outra fase que merece toda sua atenção é a ESCOLHA DO TOM.

Pesquise marcas e tente ir atrás de histórias de pessoas que já usaram a mesma, é muito importante estar ciente dos riscos de optar pela tintura.

No meu caso, como não queria descolorir pois meu cabelo já estava quase na cintura e esse método iria danifica ló demais, optei por seguir a dica de uma cabeleireira. “Vai usando tinturas fortes e claras, e a cada 15 dias pinte novamente, aos poucos, o tom vai grudando aos seus fios e não irá precisar descolorir, quando já estiver em um tom claro, ai poderá molda ló ao tom que realmente quer”.

Segui essa dica como um mantra e deu muito certo. Na primeira vez que optei por pintar, comprei uma tinta não muito clara pois tinha medo do resultado, porém, deveria ter usado o tom mais claro já que meu cabelo estava escuro. Nesse primeiro teste, usei a tinta Castanho Vermelho, 46, da Nutrisse.

O resultado não ficou bom (acontece). Na realidade, nem parecia que eu havia pintado, mas é assim mesmo, na primeira vez dificilmente o tom pega se você não descolorir, esteja ciente disso.

Como não gostei do primeiro resultado, pintei novamente com outra cor , usei o Castanho Claro Vermelho 5562, Nutrisse, ai sim deu certo. 

Se não engano, estou a quase um ano na saga das raposinhas e ainda não cheguei ao tom que realmente quero, mas aos poucos estou conseguindo molda ló. Nos últimos meses usei outros tons, porém, estou apaixonada mesmo pelo Castanho Vermelho Intenso, 666, Pimenta da Nutrisse.

Optei por usar da Nutrisse, porque foi a marca que meu cabelo melhor se adaptou. Usei outras marcas, mas sempre acabo voltando ao da Nutrisse.

Como a minha querida cabeleireira disse, eu precisava esperar ele estar claro para conseguir fazer com que as outras tinturas pegassem nele de primeira, e é exatamente nesta etapa que estou.

 


Saiba escolher um BOM PROFISSIONAL

Confesso que durante estes quase um ano, fui ao salão somente quatro vezes, as outras vezes pintei em casa mesmo por conta que estava sem grana, porém, na primeira vez pelo menos, é bom ir a um salão de confiança e pedir dicas. Faça o teste da mecha, faça logo em seguida uma hidratação e tire duvidas, eles estão ai para isso, use e os abuse. E se optar por pintar em casa, procure vídeos que expliquem a aplicação certa e tenha cuidado.

Outro fator que precisa ser colocado em mente é: TENHA UM BOM ORÇAMENTO

Comprar uma tinta e colocar na louca é fácil, porém, para manter já é outros quinhentos amiga. O ruivo pede alguns cuidados especiais como a manutenção da cor, a hidratação dos fios, o cuidado com xampus e condicionadores e outros detalhes importantes. Existem tinturas com preços baixos, porém, a cor desbota rápido, então precisa ser retocado cada 15 ou 30 dias. A hidratação é algo fundamental, pois como se trata de tintura, os fios ficam ressecados e se não houver um cuidado, seu cabelo não ficará bonito. 

Se quiser passar por toda essa saga sem a descoloração, tenha PACIÊNCIA.

Não será na primeira, nem na segunda, e talvez nem na terceira que os fios irão ficar da cor que você deseja. Tenha paciência para essa transição, pois ela infelizmente pode demorar sim. No meu caso demorou cinco meses, e ainda estou mudando, pois como citei acima, ainda não cheguei ao meu tom esperado, portanto,saiba esperar e curtir essa fase.

Se mesmo após essas dicas sua ideia de ficar raposinha ainda não mudou, então vamos para á ultima etapa que é: SEJA REALISTA.



Você vai conseguir manter o processo de cuidados? Vai ter como investir nessa saga sem pena do dinheiro que sair do bolso? 

Tenha sempre em mente que é um processo trabalhoso e se bem cuidado, pode ter resultados prazeroso, mas primeiro siga como mantra todos os cuidados. 

Eu sinceramente amo meus fios ruivinhos, e nem me vejo mais sem eles , se tornou um caso de amor.

É isso,espero que tenham gostado.
Beijos da Gi :*
                                                                                                                                                  

8 comentários:

Rubia Kenes disse...

Oi amada, gostei muito do seu blog! faço parte do blog Agenda dos Blogs, estou te seguindo, beijinhosssssssss

Renata Gomes disse...

Sempre tive muita vontade de ser ruivinha também, mas morro de medo. Já acabei muito com meu cabelo com químicas de alisamento e o coitado ainda está se recuperando. Quero muito um dia pintar ele, mas só quando eu tiver $$$ para deixar ele o mais saudável possível.

Born in 1996

Giselle Ovitski disse...

Ola Rubia, que bom que gostou. Seja bem vinda a esse humilde cantinho *-*

Giselle Ovitski disse...

Oi Renata, antes do ruivo também utilizei de muita química, por esse motivo fiquei um bom tempo sem tintura, quando vi que meus fios estavam mais fortes, embarquei no ruivo, mas ainda sem o processo de descoloração. Se tem vontade, vai com tudo, só se atente as dicas. Beijos

Echiley Oliveira disse...

Tenho um medo enorme de pintar o meu cabelo, queria dar umas luzes platinadas sabe ? Porém meu cabelo já é muito seco, acho que iria estragar tudo, por enquanto está natural kkk. E ficasse linda ruiva, gostei.

www.echileyoliveirablog.blogspot.com

Giselle Ovitski disse...

Olá, Echiley. Faz uma sessão de tratamento antes para fortificar o cabelo, ai se ver que seus fios v~so aguentar uma química, vai com tudo. Só ir hidratando que tudo se resolve haha. Muito Obrigada *-*

Brenda disse...

Me identifico contigo, mas a diferença é : A coragem. Um tempo desse eu queria muito ser ruiva, mas fui crescendo e mudei de gosto. Mas fica lindo em ti.

derepentemodaa.blogspot.com

Giselle Ovitski disse...

Oi Brenda, coragem é o quesito principal haha. Fui bem na loucura, mas graças a Deus deu certo ! haha . Obrigada pela visita *-*

© BLOg gisele ovitski - 2016. Todos os direitos reservados.
DESIGN E PROGRAMAÇÃO por: TRIZZ DESIGN.
imagem-logo