18 de janeiro de 2017

Por que não, Jornalismo?


Desde que optei por fazer a faculdade de Jornalismo, sempre me deparo com a seguinte indagação: Mas por que Jornalismo?

Confesso que no inicio, simplesmente respondia falando sobre meu amor por fotografia, por escrita e leitura, mas conforme os anos foram passando, percebi que o curso é muito mais que isso e hoje respondo com outra indagação: Por que não, Jornalismo?



Desde criança tenho um amor imenso por letras, vivia brincando de Professora e minha mãe tinha certeza que eu seguiria essa profissão. Meu pai achava que eu iria ser dançarina, já que amava estar nos palcos, mas tenho 23 anos e estou no ultimo ano do curso de Comunicação Social – Habilitação em Jornalismo.

Gi, como decidiu por esse curso? Como descobriu o curso? Quem lhe apresentou? Como é? O que envolve?

Calma, respira, que no post de hoje irei (tentar), tirar todas suas duvidas.

Como decidiu pelo curso?

Eu sempre tive em minha mente, que queria trabalhar com algo relacionando à escrita, leitura e fotografia, e que não houvesse nada de matemática, (já que sou péssima), porém, até chegar ao terceiro ano do ensino médio, ainda não tinha NENHUMA noção de qual profissão encaixava tudo isso.

E com o que mais me deparo ultimamente, são jovens desesperados por tomar uma decisão. Nos últimos meses, vários amigos que estão terminando o ensino médio, comentaram que estavam se sentindo horríveis por ainda não terem decidido o que cursar, e lhes digo: É NORMAL!


Meu primeiro Jornal Impresso, tendo duas matérias como especiais. (Bem pouco orgulhosa)
Até escolher por Jornalismo, pensei em seguir mil outras opções. Pensei em cursar Nutrição, Psicologia, Veterinária, Fotografia e Música. Até ao ultimo momento, iria realmente cursar Música, mas ai, o destino deu uma mudada e estou no que realmente me encaixo.

Quando terminei o ensino médio, estava completamente perdida, então dei uma pausa de um ano para pesquisar mais sobre todas as opções que eu tinha. Não queria entrar em um curso mais ou menos, e acabar me decepcionando por não ser aquilo que eu queria. Então nesse um ano, pesquisei as grades, pesquisei as faculdades, fiz visitas e conversei com outros alunos dos tais cursos. No fim, descobri que Jornalismo tinha tudo aquilo que eu queria e me apaixonei, porém, não tinha dinheiro, meus pais não concordavam com essa profissão e quase, mas QUASE mesmo, que fiz Música, mas o destino me ajudou.

Então a primeira dica é: PESQUISE!

Existem mil cursos, mil profissões, e escolher é realmente difícil. Tenha em sua mente que será algo que fará parte de você para sempre. Será você, sozinho, que vai ter que batalhar para ganhar seu diploma. E por favor, não siga um curso só por indicação da família. Meus pais não concordavam com meu curso por não saber o que envolvia, e até hoje eu dou aula sobre as áreas em que posso atuar e com o tempo eles viram que é o que realmente amo e o que me faz feliz.

Estude aquilo, que você não precisará trabalhar por dever, e sim, por prazer.

Lembre-se que são anos que serão dedicados somente a esse curso, então não desperdice esse tempo em algo que você não gosta, ou não se identifica totalmente. Ok?

O que o curso envolve?

Talvez seja mais fácil perguntar: O que o curso NÃO envolve? Haha


Entrevista em eventos da faculdade, elaboração do Jornal Impresso, manifestação de arte pela cidade e fotografia. Só um pouco das atividades envolvidas.
Ao contrário do que muitas pessoas pensam o curso não é só televisão e radio, ele envolve empreendedorismo, sociologia, psicologia, filosofia, artes, informática, fotografia, história, edição, criação, muita escrita, muuuita leitura e mais umas 50 doses de tudo isso novamente.

E ao contrário do que eu previa, tem sim, MUITOS números. (Infelizmente .-. )

Nesses quatro anos, (na minha Universidade o curso tem a duração de quatro anos, porém, isso pode variar de acordo com a sua cidade, portanto, pesquise), aprendi a falar sobre política, sobre ética, sobre designer, geografia, criação de conteúdo, assim como criação de entretenimento para rádio, televisão, cinema, jornal impresso, revista, livros e blogs.

Tive um pouco de Espanhol, inglês e direito, e tive muito de português, redação, e assessoria.

O curso trata de todas as áreas, e acredite, são muitas. 
As possibilidades são infinitas e encantadoras. É praticamente impossível você não se identificar exclusivamente a alguma coisa. No meu caso, sou apaixonada por redação, Assessoria de Imprensa, Cinema e reportagem investigativa.

São muitas matérias e cada uma é direcionada de uma linguagem diferente, para um setor diferente, ou seja, leve a criatividade e a empolgação em cada aula, pois você irá precisar.

O curso tem sim sua parte teórica, mas tem muito mais de coisas práticas. 
Você vai aprender a montar um jornal impresso, uma rádio novela, um roteiro, uma pauta, um site, os efeitos de cinema e muito mais.

Mas Gi, quais áreas posso atuar?

Meus caros leitores, o mercado de trabalho para essa profissão é vasta. 
O Jornalista não é só o cara que aparece lá na Globo ou no SBT, para ser bem sincera, a maioria das vagas está justamente por trás das câmeras.


Entrevistei outros Jornalistas, professores e alunos. Aprendi técnicas de fotografia e cinema.  (Atividades incríveis).
O Jornalista pode atuar como Redator, Apresentador, Fotografo, Diretor, Editor, Locutor, Social Mídia, Assessor de Comunicação, Assessor Empresarial, Marketing de Conteúdo, Repórter (Cultural, Esportivo, Político, de Dados, de Economia,Entretenimento,Investigativo, Internacional, Cientifico) e por ai vai.

A lista é realmente grande, portanto voltamos ao primeiro item dessa lista: PESQUISE!
Se você é comunicativo, criativo, gosta de lidar com tecnologia, ama ler e escrever, invista!

Outra particularidade é: O curso é totalmente mente aberta.
 Por falarmos muito sobre todos os assuntos possíveis, os alunos acabam se tornando totalmente flexíveis a qualquer tema, então se isso não é um problema para você, vem com tudo que o curso te abraça.

Jornalismo, além de todas essas técnicas é e deve ser sempre um caso de amor.
Nessa profissão, além das experiências dentro da sala de aula, se aprende muito mais no campo. Nesses anos, descobri histórias incríveis, conheci pessoas incríveis e me tornei responsável por compartilhar as informações delas. Tem noção do quanto isso é importante?

Ser Jornalista é dar voz aquilo e a aqueles que não têm. Levar histórias que não são suas, mas se tornam suas, a outros milhares de pessoas. Informar é muito mais do que parece. É amor, um caso sério dele, acredite! 

Tem muita coisa para se falar sobre Jornalismo e ser Jornalista, só em um post é muito pouco, então, se gostaram desse pouquinho, comenta aqui embaixo, que posso voltar a falar mais.

Deixe sua duvida, sua sugestão. Conte tudo!
Espero que tenham gostado.

Mil beijos, Gi


8 comentários:

Stephany Ramos disse...

Adorei o post <3 Sempre me perguntam a mesma coisa sobre Jornalismo. Acho que o que mais me incomoda é acharem que jornalista se resume a apresentar o Jornal Nacional, rs.

Também já fiz um post contando sobre minha escolha lá no www.jornalistaaderiva.com

Bjs!

Giselle Ovitski disse...

Oi sua linda, amei sua visita. Aaah, também me incomodo com isso, mas é basicamente falta de informação. Existem tantas áreas mais legais né?! Haha

Vou ler o seu, obrigada pelo carinho

Eduarda Lins disse...

Sofri com o mesmo dilema de: "porque jornalismo?" hahaha Sou formada já e amo o meu curso. Ele me ajudou bastante a me tornar quem sou hoje.
Amo ser porta-voz das verdades e dos fatos. Nasci pra isso ♥
E foi muito bom te "conhecer", colega jornalista.

Beijos ♥

www.eduardalins.com.br

Giselle Ovitski disse...

Oi Duda,super me identifico com suas frases. Irei me formar esse ano, mas tenho um amor tão grande pelo curso em sí, pela profissão, que não dói de pensar em terminar, tu acredita?! haha

Amei te conhecer, mesmo que virtualmente. Mil beijos

-Cristal- disse...

Eu sou uma dessas pessoas que não tem a mínima ideia do que fazer e que área seguir kk Esse post foi realmente interessante pra mim porque jornalismo é uma das minhas opções.
Beijos e sucesso no blog *3*

Blog | A Tal da Cris

Denise Mulatieri disse...


Parabens Gi, que você seja muito abençoada nesta profissão linda,
Beijos da Dê:*

Giselle Ovitski disse...

Oi Cristal, que maravilha saber que foi útil. Siga seu coração que vai dar tudo certo. Muito sucesso !

Beijos

Giselle Ovitski disse...

Oi Denise, muito obrigada e igualmente !

Mil beijos

© BLOg gisele ovitski - 2016. Todos os direitos reservados.
DESIGN E PROGRAMAÇÃO por: TRIZZ DESIGN.
imagem-logo