30 de janeiro de 2017

Minimalismo: Menos é mais


Já inicio esse post te contando algo bem interessante:

O Minimalismo não se baseia em uma modinha passageira.

Imagem: Google
Pois bem, estava circulando pelo mundo da internet, e achei várias matérias que falavam sobre o estilo minimalista. Em todas que cliquei, falava sobre usar cores neutras, ser básica e saber combinar as peças de roupas entre si. Achei super legal e estava crente que o minimalismo era isso, “um padrão estético da moda”.

Resolvi então, pesquisar mais dicas fashion, já que havia gostado tanto, porém, nesse passeio pelas informações, me deparei com explicações que iam muito além de mostrar que esse estilo, era só um padrão estético, ou só uma modinha do momento.

Ué Gi, como assim?
Vamos lá!

Ser minimalista não é só vestir roupas pretas, brancas, cinzas ou listradinhas. Também não significa que você tenha que se desfazer de tudo da sua casa e viver como nos tempos das cavernas. Aaah, e também não te obriga a ser adepta do armário cápsula.

Imagem: Blog Trocaria
O minimalismo é algo que vem de dentro para fora, é um estilo de vida muito sério e muito intimo. Ele se baseia a te ensinar a viver somente com coisas que agregam algo a sua vida. E isso não se adepta somente à questão do guarda-roupa, mas também nos pensamentos e por que não, dos sentimentos?

Quando se diz que o estilo te ensina a viver com coisas que sejam realmente úteis, já estamos fugindo do padrão estético, afinal de contas, aquilo que pode ser útil a mim, pode não ser a você, e assim, vice e versa. Estamos falando de um estilo de vida, não de uma questão de moda.

Nesse segmento, você aprende a dar valor ao menos e a separar o essencial do fútil. É uma questão de autoconhecimento, pois você precisa realmente se conhecer para saber o que se adequada ao seu estilo, e o que está na sua vida apenas porque estava barato, ou havia entrado na moda.

Você vai separar e retirar muito coisa e precisa se conhecer o suficiente para não se arrepender dessas escolhas e conseguir viver sem essas regalias. Portanto, antes de se arriscar a embarcar nesse estilo, pare e reflita sobre você mesma:

Você se conhece o suficiente? Você sabe qual é sua personalidade? Você consegue viver sem tantas coisas? Vai conseguir seguir com esse “projeto” adiante?

O estilo vai deixar sua personalidade mais a mostra e isso pode ser algo muito bom e importante, não só aos outros, mas a si mesma.


Imagem: Google

Porém, devemos nos lembrar que o mundo é consumista, que aprendemos a ser consumistas desde crianças, e já é um padrão de vida. Deparamo-nos com ofertas tentadoras o tempo todo, e compramos muitas coisas que às vezes não precisamos, mas o preço estava bom e é melhor aproveitar, não é assim?

Então, no minimalismo você coloca sua necessidade a frente da sua vontade. 
Você no exato momento está precisando daquela blusinha que está custando 15,00 reais? Não? Então por que levar?

Citei acima que o estilo também entra na questão de pensamento e sentimentos, e vou lhes explicar o porque.

Vamos continuar no exemplo da blusinha.
Ela está barata e talvez ela seja útil para aquele evento daqui umas três semanas. Ok! Mas amiga, continua não sendo para agora, vamos priorizar nossa situação no AGORA, e deixar o futuro vim naturalmente?

Até lá possa ser que você ache outra blusinha mais bonita, ou mais barata e essa que tu compraste antes vai ficar só ocupando um espaço desnecessário do seu guarda- roupa.

Temos mania de pensar sempre no futuro e com isso, vivemos tão pouco nosso presente, não é mesmo? Temos mania também de acumular tanta coisa e às vezes ocupamos espaço de algo que poderia ser realmente útil. 

Imagem: Blog Boneca de Platina
Sabe aquela roupa de academia que você comprou e não se desfaz por que ela por ser útil no futuro? Já que você vai tentar achar um tempo para se dedicar aos exercícios? Tu não vai usar e toda que vez que você olhar para ela é uma frustração para seu próprio ser. Afinal de contas, a meta de ser tornar uma pessoa fitness não foi cumprida. (Entramos ai,na área do sentimento)

Sabe aquela fruteira linda que você comprou por que todos usam uma fruteira em casa? Então, já parou para pensar no quanto ela é desnecessária? Frutas devem ser deixadas na geleira, em menos de uma semana na fruteira e tudo estará estragado.

Então caros leitores, ser minimalista é saber viver com aquilo que te deixa leve, feliz e confiante. É se valorizar, se conhecer e economizar. Não precisamos de mil coisas, o menos pode ser sempre mais.

Morei anos em uma fazenda onde realmente só tínhamos o útil. Nossa vida era ótima, não nos faltava nada, e sim, dávamos muito valor às coisas pequenas. Muito ao contrário de quando nos mudamos para a área central.

Porém, dá tempo de procuramos uma vida mais leve, aonde nossa consciência vá na frente de uma vontade repentina. Mas é como citei acima, antes de embarcar, pare um momento para saber quem você é e quais são seus gostos.

E lembre se, os gostos são relativos, então não siga um padrão, siga suas vontades e necessidades. Ok?
Imagem: Google
Nessa fase de crise, achei válido repassar esse estilo a vocês, sem falar, que eu tinha uma ideia muito errada e acredito que a maioria tenha a mesma. O estilo de vida foi confundido com uma tendência e podemos ver que vai muito além disso.

Esse assunto ainda vai render muitos posts, então se preparem que logo vem mais informações.

Bem, espero que tenha ajudado e que vocês tenham gostado.
Deixem a opinião, dicas ou duvidas de vocês nos comentários, adoro ler e interagir com vocês.

Aah, e AQUI, tem um blog que fala muito sobre esse estilo e vale muito a pena conferir.

Um beijo da Gi :*

10 comentários:

Selma Barbosa disse...

Eu sou minimalista por livre e espontânea pressão. Apesar de trabalhar e não ter que ajudar com os gastos de casa, pago convênio, curso e internet do meu bolso e sobre quase nada no fim de tudo. De extravagância, quase sempre sai um livro, um brinquedinho novo pra coleção, mas acho que são coisas das quais não consigo me libertar por agora.

O post está super explicativo. Eu já conheci o minimalismo e todos os seus conceitos, conheço inclusive um blog que fala com muita propriedade sobre assunto. Mas enfim, parabéns pela postagem! Sei que vai ajudar muita gente que tem uma visão errada do que é minimalismo.

Com carinho,
Conto Paulistano.

Kézia Martins disse...

Ainda preciso aprender isso de minimalismo D: Tá dificil pra mim doar certas roupas que nunca usei kkkk fora as outras questoes tbm
http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

Giselle Ovitski disse...

Oi Selma, estou em uma situação bem parecida com a sua, haha, mas não posso reclamar. Está sendo muito bom para o meu próprio crescimento e amadurecimento. É legal ver ações que nos ajudam interiormente né? *-*

Obrigada pela visita viu e pelos elogios !

Giselle Ovitski disse...

Oi Kézia, eu estava morrendo de dó de doar algumas roupas também, ai sabe o que eu fiz? Customizei ! Agora uso todas de novo e com uma carinha de nova haha

Beijooos

Jaqueline Oliveira disse...

Acho super legal o minimalismo. Levá a questões pessoais e ambientais. Além de fazer bem pra alma ter o mínimo necessário, podemos contribuir para o meio ambiente.
www.blogflorescer.com

Giselle Ovitski disse...

Verdade Jaque, leva a muitas questões que no fim, nos deixa mais leve. É uma forma de felicidade com o mínimo, ou melhor, o necessário.

Obrigada pela visita! :*

Anny K. Denardi disse...

Adorei este post arrasou menina, também fiz um sobre o estilo de vida minimalista no blog. Beijos flor

www.blogdoce18.com

Graziela Gomes disse...

PARA TUDO ENTÃO
eu sou minimalista e não sabia hahaha
adorei!! realmente as pessoas se baseiam em minimalismo em designes limpos, feeds de instagram e vai muitooo além disso
arraso! <3

Giselle Ovitski disse...

Oi Anny, obrigada pelo elogio, vou correr para o seu cantinho. Adoro ver matérias sobre esse estilo.

Mil beijos :*

Giselle Ovitski disse...

Oi Grazi, viu só como são as coisas hahaha
E tudo que falou é a mais plena verdade, o minimalismo virou modinha, mas na verdade, é muito mais que isso..
Obrigada pela visita !

Beijos

© BLOg gisele ovitski - 2016. Todos os direitos reservados.
DESIGN E PROGRAMAÇÃO por: TRIZZ DESIGN.
imagem-logo